Desmascarando seu inconsciente.

Por trás de seus pensamentos, existe muitas verdades nas quais você ainda não se deu conta. - Thiago Urameshi

domingo, 15 de maio de 2011

Família rasga dinheiro, sai para encontro com Jesus e desaparece.


No dia 13, domingo, doze pessoas (número dos apóstolos) se reuniram na casa de Pedro José Dias, 49, em Diadema, na Grande São Paulo, para “última ceia”, conforme afirmaram. Eles leram a Bíblia, escreveram recados para parentes, rasgaram dinheiro e documentos e quebraram instrumentos do demônio, como  computador e televisor, preparando-se para o dia seguinte. O dia em que, por volta das 14h, provavelmente em algum lugar da rodovia Fernão Dias, Jesus ia voltar e os levaria para o Pai. Era o dia do arrebatamento, previsto na Bíblia.

Desde então o vendedor Pedro, sua mulher Antônia Aparecida Gomes, 49, seu irmão José Carlos e os filhos Henrique, 22, e Thais, 18, estão desaparecidos. Eles saíram só com a roupa do corpo com a convicção de que um anjo os abordaria anunciando a chegada de Jesus.

Pedro e Antônia e os filhos Henrique e Thais
No dia 13, domingo, doze pessoas (número dos apóstolos) se reuniram na casa de Pedro José Dias, 49, em Diadema, na Grande São Paulo, para “última ceia”, conforme afirmaram. Eles leram a Bíblia, escreveram recados para parentes, rasgaram dinheiro e documentos e quebraram instrumentos do demônio, como  computador e televisor, preparando-se para o dia seguinte. O dia em que, por volta das 14h, provavelmente em algum lugar da rodovia Fernão Dias, Jesus ia voltar e os levaria para o Pai. Era o dia do arrebatamento, previsto na Bíblia.

Desde então o vendedor Pedro, sua mulher Antônia Aparecida Gomes, 49, seu irmão José Carlos e os filhos Henrique, 22, e Thais, 18, estão desaparecidos. Eles saíram só com a roupa do corpo com a convicção de que um anjo os abordaria anunciando a chegada de Jesus. 

Valcilene Dias, mulher de José Carlos, e os filhos do casal (a adolescente Carla e os meninos Rubens e Moisés) também saíram para o encontro com Jesus, mas voltaram quando sentiram sede e fome. Rubens, que participou da "ceia", disse que o seu primo Henrique estava esquisito, porque dizia que "amanhã a gente vai para a glória".

 “Eles estavam levando aquilo muito a sério”, disse Valcilene, que está desesperada com o desaparecimento do marido.

Antônia deixou um emprego em uma empresa onde estava havia 14 anos. Seu filho Henrique terminou a faculdade no ano passado, tinha emprego e era noivo. Thais também abandonou o emprego.

Patrícia Gomes Carvalho, filha de Antônia e enteada de Pedro,  foi a primeira a notar o desaparecimento do casal e filhos. Ela mora com marido e dois filhos pequenos em uma casa vizinha à da família de religiosos. 

Patrícia e outros vizinhos contaram que Pedro tinha mudado abruptamente de comportamento, influenciando toda a família. “Eles só falavam sobre o fim dos tempos e da volta de Jesus”, disse Patrícia. 

Os vizinhos apontaram três pregadores que se revezavam na Praça da Sé, em São Paulo, como os responsáveis pelo fanatismo religioso da família. O líder deles é Roberto Carlos da Silva, que teria calculado o dia da volta de Jesus com base em um calendário hebraico. Dono de uma pequena gráfica, ele deixou mulher, três filhos e dívidas.

A polícia está investigando o caso.
Fonte: http://www.paulopes.com.br/2011/03/familia-rasga-dinheiro-sai-para.html 

MAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS dias depois chegou a notícia:

Família que saiu para encontro com Jesus foi localizada em Ourinhos (SP)

A família que saiu para encontro com Jesus foi localizada em Ourinhos (SP), a cerca de 400 km da cidade onde moram, Diadema, na Grande São Paulo. O casal Pedro José Dias, 49, e Antônia Aparecida Gomes, 49, e os filhos Henrique, 22, e Thais, 18, foram reconhecidos por funcionários de um albergue. Eles passaram o fim de semana ali.

Religiosos percorreram cerca de 400 km, partindo de Diadema
Não há informação sobre os três pregadores que teriam no dia 14 saído a pé com eles para serem arrebatados por Jesus. O pregador Roberto Carlos da Silva, com base em um calendário hebraico, calculou que Jesus voltaria à Terra por volta das 14h daquele dia.

Por orientação de Silva, após um jantar no dia anterior chamado de “última ceia”, a família rasgou dinheiro e picotou documentos, "coisas deste mundo". Um pregador teria dito que o CPF é o número da besta. 

O grupo saiu em direção à Rodovia Fernão Dias na expectativa de que fosse avisado por um anjo sobre a chegada de Jesus. 

Patrícia Gomes Carvalho (foto), filha de Antônia e enteada de Pedro, ao manifestar alívio com a localização da família, lamentou os transtornos causados por “falsos profetas”. Ela agradeceu o apoio das pessoas que distribuíram em Diadema cartazes de “procura-se” e de comunidades criadas no Orkut.
A assistência social Márcia Moraes disse que a família está bem. De acordo com ela, Pedro afirmou que eles estavam cumprindo os desígnios da Bíblia.

Fonte: http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/familia-que-estava-desaparecida-e-encontrada-em-diadema-20110328.html

Um final já esperado por qualquer um que pensa com a lógica não é? 

Hipocrisia Off 
 Autor: Thiago Urameshi
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

0 comentários:

Postar um comentário

Leia antes de comentar

Os comentários serão moderados e liberados após a constatação de que estão de acordo com a regras do Blog (vide a aba 'regras' no topo da página).

Um debate racional é sempre bem vindo, por tanto se deseja criticar algo, faça com que sua critica tenha fundamentos, qualquer trollagem detectada não será aceita.

Todas as perguntas ou debates feitos aqui na caixa de comentários serão respondidos por mim, por tanto não deixe de voltar pra conferir a resposta ou réplica de seu comentário. Tento responder todos em no máximo 24hrs.

Para dúvidas, críticas, elogios ou sugestões visite nossa página de contato (última aba no topo do blog) e mande-nos um recado que eu retornarei assim que possível.