Desmascarando seu inconsciente.

Por trás de seus pensamentos, existe muitas verdades nas quais você ainda não se deu conta. - Thiago Urameshi

Camisetas Hipocrisia Off

Camisetas com frases e imagens sobre ateísmo, encomende a sua.

Por que o Cristianismo é a maior religião do mundo?

Explicando o porquê o Cristianismo é a religião mais conhecida do mundo.

Provas de que a bíblia é uma farsa.

prova de que o universo não possui 6 mil anos como descreve a Bíblia.

Inteligentes tendem a questionar a existência de Deus

O pesquisador britânico Richard Lynn dedicou mais de meio século à análise da inteligência humana...(Clique e continue lendo).

Estrelas morreram para que você esteja aqui hoje

Todos os átomos do seu corpo vieram de uma estrela que explodiu. E os átomos da sua mão esquerda provav...(Clique e continue lendo).

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Meu ultimo Post no Blog


Bom dia. Depois de um longo tempo sem atualizações no blog, hoje irei fazer um post sem assuntos polêmicos. Apenas um comunicado.

Quando entrei como administrador no blog, fiz o que pude, mesmo sem tempo, para que o blog continuasse ativo. Eu já lia o blog antes e gostava do tipo de conteúdo. Então eu tentei ajudar. A questão é que chegou a um limite. Eu ando muito cheio de coisas. Tenho que estudar muito para a faculdade, administrar outras paginas na internet e ainda por cima trabalhar.

Esse é o único blog que eu demoro muito para postar, e quando o faço, tenho que ficar horas pensando em como escrever para que nem um alienado apareça dizendo coisas mal interpretadas. Mesmo assim aparecem algumas perolas. Então la se vão mais horas de comentários como respostas a essas enormes falácias. Tudo para não sermos acusados de covardes ou hipócritas. E isso não só no blog, mas eu vejo que na página do facebook também. São coisas que cansam a gente. Eu começo a pensar que não vale mais a pena se desgastar com isso.

Então pela falta de tempo o Blog Hipocrisia Off será fechado. Não sei se para sempre. Talvez, mas não é por falta de vontade. Postar é muito bom, mas nem eu e nem o Thiago temos mais tempo para postar aqui. Mas a pagina no facebook continuara ativa, por ser de mais rápido acesso e permitir melhores (ou não kk) diálogos.

Só queira deixar um ultimo discurso sobre o que penso dessa questão de Ateus e Religiosos. Já que em particular, estou começando a me cansar disso.
De fato sempre vão existir os crentes que nem se quer sabem sobre racionalidade, afirmam com toda a certeza que a arca de Noé é a mais pura verdade e estão dispostos a discutir isso com você por longos dias.
Sempre vão existir aqueles que aparecem do nada, só pra causar em comentários e depois nunca mais os veem.
Sempre vão existir aquelas pseudocientistas, dizendo coisas que existem apenas na cabeça deles sobre a ciência, estudiosos e racionalidade. Do mesmo modo que sempre existirão ateus que pagam de moralistas, agnósticos que não sabem a diferença entre agnosticismo prático e agnosticismo temporário, aqueles que teimam em falar que ateísmo é uma religião, que não há como provar a inexistência de Deus, aqueles que não entendem a ironia, pessoas sem opinião própria, sem senso crítico e sem maturidade. Em fim: Sempre existirão personalidades assim. Enquanto existir religião. E não estou falando que essas pessoas são em espacial católicas, evangélicas, espíritas etc. São na verdade qualquer ser humano que acredite em quaisquer coisas fora do natural, das quais não se podem ter provas.

Não acho que a religião um dia vá acabar. Como diz Dawkins “somos seres dualistas por natureza”. Se algum dia 90% da humanidade deixar de acreditar em um deus, será para acreditar em outro, por mais camuflado que seja. Os seres humanos são egoístas e querem viver mesmo depois da morte, querem ser especiais em um universo do qual não possuem grandes conhecimentos e tudo isso porque vivem atrás de status, não importa de qual tipo.

Eu, você e todas as pessoas da terra, estamos, querendo ou não, em algum estado de ignorância. Algumas pessoas buscam respostas verdadeiras para sair dessa falta de conhecimento temporário, pois querem entender sobre o mundo em que estão incluídas, já outras buscam mentiras, apenas por serem reconfortantes.
Foi bom poder postar coisas sobre o que penso nesse blog, e ver que algumas pessoas pensam iguais. Infelizmente vou ter que para por aqui. Obrigado por quem leu, compreendeu e comentou os posts. Se quiserem manter contato meu twiter é @MacgyverMartinse meu facebook é DeeMartins. Eu não sou tão chato quanto pareço hehe
Essa é minha despedida e ate a próxima. Foi um prazer escrever aqui.



Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

terça-feira, 20 de março de 2012

Planeta dos Idiotas - Carl Sagan

Nem preciso comentar que é um video fantástico, nas palavras de um dos maiores divulgadores da ciência: Carl Sagan. Uma boa reflexão racional sobre o lugar do ser humano no universo e sua visão em relação a isso.
O Frame do vídeo está cortado, para visualizar melhor veja em modo de tela cheia (clic 2 vezes)



Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

Tentativas teístas que foram falaciosas e hipócritas

Mais um pouco da guerrinha entre teísmo e ateísmo.Honrando o nome do blog, hoje vou postar algumas imagens tolas, dessas que você pode encontrar no facebook sobre teístas na tentativa desesperada de atacar o ateísmo. Algumas pessoas recebem informação, e por isso ser de acordo com suas ideias, simplesmente as repassam sem antes as estudarem. Eu confesso que já pratiquei essa forma errada comunicação e me arrependo muito. Vou tentar não ser muito irônico com meus comentários, portanto desfrutem de algumas hipocrisias – ou falta de conhecimento.

Começando pela imagem mais hilária de todas.



O pior é que nesse caso, a imagem foi postada dizendo que o erro esta em afirmar que a fé ignora as evidencias e “acredita cegamente” nas coisas. Agora, você que esta lendo esse post e pensa de forma racional me responda: Essa afirmação esta errada? É claro que não. A fé ignora sim as evidencias e isso não é novidade pra mais ninguém. Isso é a tentativa falha de mostrar que a própria visão lógica em relação a fé é erronia.
O mais engraçado é que alguns usuários ainda comentaram coisas do tipo: “Prefiro a fé que é direta a ficar dando voltas na ciência sem sair do lugar”. Simplesmente lamentável.




De que adianta criar um observatório se quando um astrônomo aparecia com uma teoria revolucionaria, a igreja simplesmente o mandava ficar calado se não era condenado a morte? Isso era apenas mais hipocrisia.



Na idade Média a igreja que possuía poder pra isso era a apenas a Católica, ou a única coisa com esse poder. Conseguem entender como não faz sentido dizer que a fé anda junto com a ciência só porque foi a igreja católica quem construiu as universidades? E na idade media se quer era feita ciências modernas. Em relação a pergunta da imagem, eu irei responder no fim do post.

Apenas 123? E tem gente que ainda acha isso pouco? Guerras por si só já são o ápice da ignorância humana, que dirá pelo fato de ser religiosa, sendo causadas por coisas mais idiotas ainda como a crença em diferentes fantasias. Uma guerra religiosa já é o cumulo.

Eu ri muito quando vi isso. Era para ser uma critica, mas pra mim é uma cômica realidade. O que vejo no facebook do Hipocrisia OFF é bem isso mesmo, um monte de religiosos que aparecem do nada pra criticar opiniões ateístas sem possuir argumento algum e acabam sendo ridicularizados. Eu não procuro muito comentar coisas em paginas ou blogs religiosos (embora de muita vontade), mas um verdadeiro ateu, quando o faz, sabe muito bem ser um Neo, já que somos puramente racionais, céticos, e lógicos. Não usamos argumentos sem evidencias.

De novo outro argumento Hipócrita. Não que pudesse ser diferente, já que o argumento é muito ruim. Já falei sobre esse tipo de jogo antes. É claro que não só esses monges e padres, mas também quase todos, estudados ou não, até o século XIX eram religiosos - com algumas exceções que viveram até o século XX . E mesmo assim, diferente de quem usa esse tipo de argumento, alguns desses religiosos sabiam o limite da sua fé dentro da ciência. O melhor exemplo que vejo é o do Padre George Lemaitre, criador da teoria tão atacada aqui no blog: O Big Bang. É irônico, mas é verdade. Foi um padre quem propôs essa teoria. Logo veio a fé querendo fazer tudo do jeito dela. Na época o Papa Pio XII aceitou a teoria do Big Bang e a interpretou como prova definitiva do Gênesis. E o querido Lemaitre simplesmente foi contra essa ideia, já que para ele, essa era uma teoria científica cujas previsões podiam ser testadas independentes da religião. Essa parte da história os religiosos não contam né?! Em fim, não faz sentido usar esse tipo de argumento para provar que fé anda de mãos dadas à ciência.

COMO A FÉ PODE SER INIMIGA DA CIÊNCIA?

Como vocês viram, essa pergunta foi usada em um contexto errado. Existem sim, cientistas religiosos, mas uma coisa é ter fé e fazer ciências, outra é fazer ciências querendo usar a fé. Nem é preciso explicar o porquê a segunda opção é absurda. Kenneth Miller é um ótimo exemplo disso. Católico convicto e mesmo assim refuta argumentos criacionistas. Em suma, não há como fazer ciências querendo por fé na mesma formula.

Abraços, até a proxima.

Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

sábado, 10 de março de 2012

Pérolas contra a retirada de simbolos religiosos dos Tribunais de Justiça

Como sempre, hoje foi mais um dia que eu estava navegando na internet e resolvi me torturar (ou não tive outra opção) lendo as respostas que as pessoas davam na enquete feita pela Veja sobre os tribunais de justiça ostentar símbolos religiosos. A Enquete é essa AQUI.

Então como eu não gosto de ficar quieto sobre essas coisas, resolvi postar e comentar alguns dos comentários feitos na enquete pelas pessoas que apoiavam os tribunais de justiça ostentar símbolos religiosos.

Eu começo primeiro de tudo criticando a própria enquete. O título está errado! Ao invés de ser: Os tribunais de justiça podem ostentar símbolos religiosos? Deveria ser: Os tribunais de justiça podem ostentar símbolos cristãos? Mas em fim....

Eu não vou colocar o nome das pessoas aqui porque elas podem surtar, e vir com papos de processo, já que esses comentários não foram feitos no Hipocrisia Off. Por tanto se estiverem curiosos entre na enquete e descubra quem é quem.

Vamos aos comentários.

Os símbolos religiosos ostentam em si, a verdadeira justiça. Não outro lugar onde possam melhor se espelharem.
Como assim “a verdadeira justiça”? Esqueceu que não há evidencias para a existência do seu deus cristão?

Muito se fala sobre laicidade do Estado, mas pouco se compreende do que se trata.

A Constituição de nosso país, em momento algum, manifesta nenhum tipo de hostilidade em relação à fé religiosa, pelo contrário, a considera um valor e assume o dever de resguá-lo.
Não confundamos laicidade do Estado (i
?_?

O problema não são os símbolos… o problema está no coração do homem e nem por isso vamos retirá-lo…
Tocante.

Eu acredito que sim, pois a doutrina cristã, foi tirada das escolas (veja o que está acontecendo com o estudo) O demônio não suporta a Cruz (por exemplo), pois ela representa a sua derrota perante Deus. E além disso esse simbolo representa o Amor maior que Jesus teve para salvar cada um de nós!

SOME DO MUNDO!!!
Olha o que esse cara ta falando. Ele atribui o mau ensino à retirada da doutrina cristã da escola.

Um país laico é uma país que abraça todas as crenças, inclusive a crença de que deus n existe! A cruz deveria ficar! Agora, se o tribunal fosse pintado com as 7 cores do homosexualismo (Todo Respeito), as lesbicas que fizeram isso, mandariam retirar as cores visto que nem todo mundo é homosexual?

Primeiro que não existe “crença de que deus não existe”. Segundo que não existe o porquê dos tribunais serem pintado com as 7 cores do homosexualismo, isso não faz sentido nem um. E Terceiro, se uma tolice dessas acontecesse, uma lésbica que tiver um pouco de bom senso, vai entender que ninguém é obrigado a ver um tribunal pintado com as 7 cores do homosexualismo só porque uma lei do gênero foi aprovada.

Povo de Deus,o final esta chegando.Vejam que o errado prevalece.Alguem ja viu Catolico ofender publicamente pessoas de outras religioes ou ateus?Nunca viram.Não podemos ficar de braços cruzados e deixar as coisas acontecerem,vamos defender Jesus e nao permitir que o demonio tome conta do nosso País.

#Ui. Católicos nunca ofenderam ninguém, só queimaram e torturaram um bom punhado. E a propósito, porque você precisa defender Jesus?

Os símbolos religiosos não caracterizam apenas uma religião, mas sim nos faz lembrar Daquele que deu Sua vida por nós e também é o que caracteriza o passado do nosso País. É mais do que religião, é tradição e respeito pelo nosso passado!

Olha só isso. Eu me pergunto o porquê de comentar esse tipo de coisa. Será que essas pessoas não entende que, não se deve usar argumentos sem provas para essas questões?

Muitos querem ter direito de expressar sua religião, muitos buscam a democracia religiosa, + quando se trata do catolicismo essas pessoas ñ se lembram dessa “democracia”, o interessante é q as criticas só acontece com os católicos. A verdade é q querem destruir o catolicismo, + isso só nos fortalece

Oh dó. Porque será que ninguém põe do lado do crucifixo uma imagem do Brahma pra ajudar na causa?

O Estado pode ser laico,mas as pessoas tem o direito de expressar livremente sua fé. Intolerância religiosa é crime.

Expressar é diferente de aplicar.

Para mim isso faz parte da nova ordem mundial,so veremos disso pra pior de agora para frente…porém devia eles saberem que sem cruz não tem salvação,apesar que esses que promovem isso ja está longe dela….Infelizmente! Somos atacados,porque somos a Igreja verdadeira e o capeta quer destruir.

#SANTAMAEDEDEUS eu não tinha pensa nisso ainda. #AGORAAPORRAFICOUSERIA!

Sou Catolico quando vejo o simbolo em algum lugar fico feliz pelo aquele lugar que é abençoado.

Louvado seja.

Porque não ostentar,se a maioria das pessoas que passam por la são religiosas,até onde eu sei pertencemos a um país democrático.Isso é um pouco contraditório não?

Realmente, é muito contraditório. Acho que esse nem mesmo entende de democracia.

Ora, Se a maioria da população Cristã então É NECESSÁRIO q seus símbolos estejam nos tribunais d Justiça

Para um mulçumano, ateu etc,tais símbolos não representa nenhum significado
Se tem q tirar entao é preciso mudar os nomes DOS Estados de SÃO PAULO, ESPÍRITO SANTO e ruas com nomes de SANTOS, ETC
O bolinho de chuva também não é feito da chuva.

As imagens deve ficar sim, para que em todo lugar se lembre que tem que ser a favor a Justiça verdadeira e que se tem uma divida com Deus

“Divida com deus”.....

Se a democracia é para todos, porque só os católicos são mais atacados em sua Fé?! Não podem mais expressar publicamente este Amor?

Coloquem nos tribunais junto ao crucifixo a imagem da folha de Maconha, Brahma e a Estrela de Davi, assim poderíamos atacar o Rastafári, Hinduísmo e o Judaísmo.

Nós somos um país que deve suas origens ao cristianismo.

Fale isso para os índios, que aceitaram de bom coração o cristianismo.

No PREÂMBULO da nossa Constituição a proteção de Deus é estabelecida e invocada. Retirar os crucifixos dos Tribunais não retirará os olhos e o conhecimento de Deus dos atos praticados pelas senhoras que optaram pelo lesbianismo. Talvez apenas cauterize a sua culpa.

Pois é.

Se cada um tem a sua crença e devemos respeitar a crença alheia, por que, proibir? Isso é censurar a crença das pessoas. Um crucifixo na parede não viola direitos, nem impede o exercício de crença das outras pessoas.

Por onde eu começo? Respeitar é uma coisa, engolir é outra. Prove que isso é censura a crença das pessoas. Se eu for judeu o crucifixo de Jesus na parede só esta favorecendo a você.



Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Criacionistas X Ateus Parte 3. Resposta ao criacionista Denny


Continuando os post sobre debates, hoje eu irei usar um comentário que foi feito na postagem Provas, post 1 - A prova de que o universo não possui 6 mil anos como descreve a Bíblia pelo leitor Denny. Seria bom ler para entender melhor as questões que nosso amigo propõe. Esse post ira servir tanto como resposta ao leitor Denny como também para um dialogo com vocês que estão lendo. Sou ruim com concordancia, mas esse cara me supera. Então por favor, deixem seus comentários que são sempre bem vindos.

Eu sei que tem muitos leitores do blog que possuem muito mais conhecimento do que eu (fato), e vão reclamar falando que eu não devia pegar um comentário tão pobre e sem sentido como esse para dar exemplo de debates, mas como justificativa eu digo que vou usa-lo porque é disso que se trata essa série de posts; sobre perda de tempo em debates com criacionistas que colocam questões sem muito sentido na conversa. Em minha opinião os melhores debates são com apoiadores do design inteligente. Eu já aprendi muitas coisas com eles, embora não tenha mudado minha opinião.
Segue o comentário:

"Olá amigos e leitores,saudações..Aqueles que leram não percam a fé,pois nosso autor quer apenas expor o que ele pensa...

Ola amigo Denny. Primeiramente o autor Thiago Urameshi não expos somente o que ele pensa, mas sim teorias e descobertas científicas com evidencias. Acredito que muito provavelmente você não pesquisou nenhuma das afirmações citadas no post para formular seu comentário, do contrario não teria escrito essa parte.
Continuando...

"...esqueceu de alguns detalhes,como bem sabemos a Biblia é um instrumento sagrado e simbólico...

Nessas horas a bíblia é um instrumento simbólico.

"
...e Deus imcompreensivel,nenhuma definição que qualquer um de nós da mais plena inteligência fosse descrever pra Deus não chegariamos nem perto,não sou nenhum louco fanático,apenas descrevo minha fé com a ciência e essas incredulidades...

Isso seria o seu argumento para refutar todas as afirmações científicas propostas pelo autor?
Simplesmente dizer que Deus é superior a tudo e incompreensível sem evidencias nem pra você mesmo? Bom, digamos que em partes você até tem razão. Como compreender um Deus, que demora 13 milhões de anos para criar o universo (de acordo com dados obtidos até o presente momento) e escreve no seu livro sagrado, guia de todas as nações e tribos, que o mesmo tem apenas 6 mil anos? Será que ele fez isso por incompetência, sacanagem ou apenas para ser considerado O Incompreensível?


"...isso deve existir pra separar os escolhidos,como definiriamos os verdadeiros dos falsos se Deus aparecesse em público?? Seria muito fácil ter fé assim e não seria por merecimento...

Se Deus aparecesse em público não seria fácil ter fé, mas sim desnecessário. Pois a fé só é usada por religiosos para explicar suas crenças absurdas e sem fundamentos em deuses.

"...mas voltando ao assunto,é fácil ler a biblia e descreve-la ao pé da lera,dificil é interpretar o que Deus quis dizer pra nós,ele apenas resumiu nossas perguntas,ou vocês querem que ele coloque em uma página milhões de anos?Imagine que ele fosse falar de tudo que existe?...

Como assim interpretar o que Deus quis dizer para nós? Se o que ele quis dizer não é o que esta escrito na bíblia, para que serve a bíblia então? Que outra interpretação tem o Gênesis, se não a de explicar como Deus criou o universo? Ou você pode dizer que é tudo simbólico.
Tenho uma dúvida: Como um Deus misógino, racista e infanticida pode ser o mesmo Deus de amor e paz? A bíblia não me responde isso. E partindo para o lado mais palpável (já que não sabemos se os seres sobrenaturais existem ou não) o problema da bíblia não é simplesmente não responder todas as coisas, mas responder todas as coisas de forma errada.


"
Pra que falar disso pra quem não acredita,porque estão tão interessados,os ateus ja pararam pra pensar no que eles acreditam e lutam? È,não faz sentido,se são aeus não acreditam e ponto,mas porque será que eles querem acabar com a fé de alguns que ainda estão fracos?? Pois bem,isso mesmo,no fundo eles tem medo de estarem errado,e quando você tem medo o que você faz?? tende a não ficar sozinho e acabar com o "mal",e o mal para eles são os que creêm,eu não me preocupo com os ateus,mas porque eles se preocupam tanto com os que acreditam em Deus??...

Não, eu não tenho um propósito de vida, sou infeliz, não a credito em nada e nem luto por nada, nem mesmo um cidadão eu sou. Só quero acabar com os planos de Deus.
A parte sobre ter medo e querer se juntar contra o mal e bla bla bla ficou tocante, mas não nos preocupamos com quem acredita em deus, só anunciamos nossa descrença assim como vocês anunciam suas crenças, a diferença é que procuramos ser racionais.


"...mas já que eles são tão bons em fazerem perguntas porque não param de perguntar e respondam a essas aqui,

Manda!

"já que não acreditam que Deus criou tudo,em que acreditam,que um bolinha do tamanho da ponta de uma agulha que ninguém sabe de onde veio derrepente esquentou(mas esquentou de que?),ai explodiu...

Seu argumento começa errado, porque ateus não acreditam simplesmente. É preciso evidencias para que um ateu que se preze aceitar uma teoria como provável verdade, e mesmo assim eles sempre estarão com o pé atrás e a mente aberta para aceitar outras teorias que refutem ou aprimorem as existentes. O Big Bang é uma dessas teorias e pelo que vejo você não sabe muito sobre ela. A diferença é que a teoria do Big Bang possui estudos científicos, experiências e evidencias, ao contrario da estória da bíblia.

"...
depois dessa explosão numa mera coiscidência as coiscidências aumentaram e num determinado momento os seres vivos foram criados ai veio o macaco,que evoluiram(engraçado que eles pararam de evoluir porque não vejo nenhum macaco por ai evoluindo mais),ai do nada veio o ser humano,

Alguém aí leu o Criacionistas x Ateus Parte 2? De novo você começou errado! O que você entende por macacos?

"
a e segundo a ciÊncia que é tanto usado pelos ateus vem a seguinte afirmação,do nada,nada se cria nem se transforma...

#FAIL
O correto é: Nada se cria, nada se perde, TUDO SE TRANSFORMA.

"...então aconselho a pararem de serem contra há algo que desconhecem e tentem achar uma explicação quando chegarem a essa esplicação,vou torcer para que dê tempo de pedirem perdão a Deus
...

Como assim 'não conhecem'? Explicação? Que explicação? Que perdão? Perdão pra quem? Pra deus? Quem me garante que esse é o deus certo? Tem tantos. Ótimo conselho!

"...
mas já alargamos a discussão,voltemos,em gênesis é uma abreviação e podemos pegar de varias formas,primeiro que Deus não descansou,pois Deus não descansa e isso prova que este exto é muito simbólico,e quando ele descreve começo ele pode estar falando antes de colocar leis nas coisas,vou usar a expressão leis carnais,que só nós conhecemos,a gravidade poderia nem existir ainda,e o tempo,você sabe o que é tempo,tempo pode ser transformação,deus poderia ter feito 100 anos em apenas um milésimo de segundo...

Como sabe que Deus não descansa? Como pode sustentar sua afirmação de que deus faz coisas fora das leis físicas? Se não tinha tempo ainda, como explica estar pronta em 7 dias terrestres? Como explica o 4º mandamento sobre guardar o sábado porque nele Deus descansou? Como explica contradições?

"...ele não tinha definido tempo pra nós ainda,e isso é bem visto que ele pudéra alterar,tanto que diminuiu a vida do homem pra 120 anos,

Por favor, evidencias...

"então pra terminar,amigos o lado mais fore vai sempre vencer,leia sites de ateus mas não fiquem com a ultima palavra,procurem explicação,

Isso deve ser feito perante qualquer texto, mas com certeza se pessoas buscarem explicação racionais para a origem do universo, não irão encontra-las na bíblia.

"podem me procurar em meu blog que tirarei suas duvidas,boa noite e acreditem,Deus existe,a prova? os ateus

Ficaríamos gratos em saber o porquê nós ateus provamos a veracidade de Deus.

Amém

Macgyver
Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Tutorial Para Ser Uma Muçulmana



Boa tarde senhores, esse post de agora ira de encontra as mulheres.
Hoje você vai aprender tudo o que precisa fazer, ou melhor, não fazer para ser uma boa muçulmana islamita. Se você acha que pode ter uma vida com algumas regrinhas básicas fique a vontade.
Aproveitando, me siguam no twitter twitter.com/@MacgyverMartins Não doi nada, só clica haha
Em seguida uma lista tirada do site mulheresislamicas.blogspot.com

-É absolutamente proibido às mulheres qualquer tipo de trabalho fora de casa, incluindo professoras, médicas, enfermeiras, engenheiras, etc;
-É proibido às mulheres andar nas ruas sem a companhia de um “nmahram” (pai, irmão ou marido);
-É proibido falar com vendedores homens;
-É proibido ser tratada por médicos homens, mesmo que em risco de vida;
-É proibido o estudo em escolas, universidades ou qualquer outra instituição educacional;
-É obrigatório o uso do véu completo (“burca”) que cobre a mulher dos pés à cabeça;
-É permitido chicotear, bater ou agredir verbalmente as mulheres que não usarem as roupas adequadas (“burca”) ou que desobedeçam a uma ordem talibã;
-É permitido chicotear mulheres em público se não estiverem com os calcanhares cobertos;
-É permitido atirar pedras publicamente a mulheres que tenham tido sexo fora do casamento, ou que sejam suspeitas de tal;
-É proibido qualquer tipo de maquilhagem (foram cortados os dedos a muitas mulheres por pintarem as unhas);
-É proibido falar ou apertar as mãos de estranhos;
-É proibido à mulher rir alto (nenhum estranho pode sequer ouvir a voz da mulher);
-É proibido usar saltos altos que possam produzir sons enquanto andam, já que nenhum homem pode ouvir os passos de uma mulher;
-A mulher não pode usar táxi sem a companhia do marido, pai ou irmão;

-É proibida a presença de mulheres em rádios, televisão ou qualquer outro meio de comunicação;
-É proibido andar de bicicleta ou motocicleta, mesmo com seus “maharams”;
-É proibido o uso de roupas que sejam coloridas, ou seja, “que tenham cores sexualmente atraentes”;
-Os transportes públicos são divididos em dois tipos, para homens e mulheres, pois os dois não podem viajar no mesmo;
-É proibida a participação de mulheres em festividades;
-É proibido o uso de calças compridas mesmo debaixo do véu;
-As mulheres estão proibidas de lavar roupas nos rios ou locais públicos;
-As mulheres não se podem deixar fotografar ou filmar;
-Todos os lugares com a palavra “mulher” devem substitui-la, por exemplo: O Jardim da Mulher deve passar a chamar Jardim da Primavera;
-Fotografias de mulheres não podem ser impressas em jornais, livros ou revistas ou penduradas em casas e lojas;
-As mulheres são proibidas de aparecer nas varandas das suas casas;
-O testemunho de uma mulher vale metade do testemunho masculino;
-Todas as janelas devem ser pintadas de modo a que as mulheres não sejam vistas dentro de casa por quem estiver fora;
-É proibido às mulheres cantar;
-Os alfaiates são proibidos de costurar roupas para mulheres;
-É completamente proibido assistir a filmes, televisão, ou vídeo;
-As mulheres são proibidas de usar as casas de banho públicas (apesar da maioria não ter casa de banho em casa).



Por: Macgyver
Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Não Ajudem a África




Hoje gostaria de falar sobre a ajuda que a África recebe de países ricos e filantrópicos, com intuito de tentar reduzir a miséria nessa região. Para muitos analistas, isso não é o melhor caminho, segundo eles, a ajuda internacional alimenta a corrupção e impede que a economia se desenvolva. Na minha ignorância sempre acreditei que para reduzir a miséria na África os países mais ricos deveriam fazer grandes doações. Se você também acreditava nisso esse post ira te ajudar muito.
De acordo com a reportagem do site Planeta Sustentável, a motivação dos países do G8 (cúpula que reúne os 8 países mais ricos do mundo) em fortalecer a ajuda aos ao desenvolvimento do continente africano, se deve ao avanços percebidos na África até o ano de 2008. Em alguns casos a ajuda internacional teve um papel importante, mas de acordo com opositores a essa ideia de auxilio eterno, o dinheiro de fora produz mais efeitos negativos do que positivos. Segundo a economista Dambisa Moyo, entre 1970 e 1998, quando os fluxos de capital para a África estavam em seu pico, a pobreza saltou de 11% para 66% da população. “Isso é cerca de 600 milhões do 1 bilhão de africanos sendo lançados à miséria”, escreveu ela em seu livro.
As causas para isso tudo? Simples. Um dos principais problemas que afetam o efeito positivo é como sempre o fruto da soberba e egoísmo humano, a famosa corrupção. Uma parte do dinheiro doado é desviada por meios como o superfaturamento de contratos de obras públicas e uma folha de pagamentos do governo inflada. Estima-se que, dos 525 bilhões de dólares que o Banco Mundial emprestou para países em desenvolvimento desde 1946, pelo menos 25% simplesmente se perderam na ilegalidade.
Daniel Kaufmann especialista no estudo de corrupção, da americana Brookings Institution, afirma que há dezenas de bilhões de dólares de transações corruptas na África África Subsaariana por ano. Em Uganda, a estimativa é que, na década de 90, o governo tenha desviado 80% das doações que afirmava ter investido em melhorias de educação.
Mas esse não é o único problema. Se não for feita de uma forma correta a filantropia pode causar dependência e desestimulo ao empreendedorismo. Um exemplo disso são as toneladas de doações de roupas para os países da África. O baixo custo das peças de segunda mão importados para a África fazem com que indústrias têxteis locais fechem incapazes de competir com o preço. É um efeito dominó, as empresas fecham, ocorre uma quebra de mercado, logo se tem uma alta quantia de funcionários desempregados e o desemprego gera a pobreza.
Outro ponto negativo são as ajudas vinculadas. Pra quem não sabe funciona da seguinte forma: O país X doa uma quantia, mas exige que uma parte da doação seja gastada em seu próprio território. É claro que dessa forma quem recebe a doação fica preso à compra dos produtos do país X, independente do preço que os fornecedores pedirem, tornando a operação cara e ineficiente.
“A recomendação é que toda ajuda seja não vinculada, porque ela dá mais valor ao dinheiro e é mais efetiva”, diz Andrew Rogerson, da OCDE.
De qualquer forma a África, num futuro ideal não deve sobreviver de doações. Mesmo que por enquanto a doação obtenha alguns bons resultados, é provável que o país só tenha um futuro sem pobreza e desigualdade social quando aprender a se mover sozinho.

A seguir deixarei a conversa do especialista em economia James Shikwati, do Quênia, com a DER SPIEGEL a respeito desses assuntos.

DER SPIEGEL - Senhor Shikwati, a cúpula do G8 em Gleneagles deverá aumentar a ajuda ao desenvolvimento da África...

James Shikwati - Pelo amor de Deus, parem com isso!

DS - Parar? Os países industrializados do Ocidente querem eliminar a fome e a pobreza.

Shikwati - Essas intenções estão prejudicando nosso continente nos últimos 40 anos. Se os países industrializados realmente querem ajudar os africanos, deveriam finalmente cancelar essa terrível ajuda. Os países que receberam mais ajuda ao desenvolvimento também são os que estão em pior situação. Apesar dos bilhões que foram despejados na África, o continente continua pobre.

DS - O senhor tem uma explicação para esse paradoxo?

Shikwati - Burocracias enormes são financiadas (com o dinheiro da ajuda), a corrupção e a complacência são promovidas, os africanos aprendem a ser mendigos, e não independentes. Além disso, a ajuda ao desenvolvimento enfraquece os mercados locais em toda parte e mina o espírito empreendedor de que tanto precisamos. Por mais absurdo que possa parecer, a ajuda ao desenvolvimento é uma das causas dos problemas da África. Se o Ocidente cancelasse esses pagamentos, os africanos comuns nem sequer perceberiam. Somente os funcionários públicos seriam duramente atingidos. E é por isso que eles afirmam que o mundo pararia de girar sem essa ajuda ao desenvolvimento.

DS - Mesmo em um país como o Quênia pessoas morrem de fome todos os anos. Alguém precisa ajudá-las.

Shikwati - Mas são os próprios quenianos quem deveria ajudar essas pessoas. Quando há uma seca em uma região do Quênia, nossos políticos corruptos imediatamente pedem mais ajuda. O pedido chega ao Programa Mundial de Alimentação da ONU --que é uma agência maciça de "apparatchiks" que estão na situação absurda de, por um lado, dedicar-se à luta contra a fome, e por outro enfrentar o desemprego onde a fome é eliminada. É muito natural que eles aceitem de bom grado o pedido de mais ajuda. E não é raro que peçam um pouco mais de dinheiro do que o governo africano solicitou originalmente. Então eles enviam esse pedido a seu quartel-general, e em pouco tempo milhares de toneladas de milho são embarcadas para a África...

DS - Milho que vem predominantemente de agricultores europeus e americanos altamente subsidiados...

Shikwati - ... e em algum momento esse milho acaba no porto de Mombasa. Uma parte do milho em geral vai diretamente para as mãos de políticos inescrupulosos, que então o distribuem em sua própria tribo para ajudar sua próxima campanha eleitoral. Outra parte da carga termina no mercado negro, onde o milho é vendido a preços extremamente baixos. Os agricultores locais também podem guardar seus arados; ninguém consegue concorrer com o programa de alimentação da ONU. E como os agricultores cedem diante dessa pressão o Quênia não terá reservas a que recorrer se houver uma fome no próximo ano. É um ciclo simples mas fatal.

DS - Se o Programa Mundial de Alimentação não fizesse nada, as pessoas morreriam de fome.

Shikwati - Eu não acredito nisso. Nesse caso, os quenianos, para variar, seriam obrigados a iniciar relações comerciais com Uganda ou Tanzânia, e comprar alimento deles. Esse tipo de comércio é vital para a África. Ele nos obrigaria a melhorar nossa infra-estrutura, enquanto tornaria mais permeáveis as fronteiras nacionais --traçadas pelos europeus, aliás. Também nos obrigaria a estabelecer leis favorecendo a economia de mercado.

DS - A África seria realmente capaz de solucionar esses problemas por conta própria?

Shikwati - É claro. A fome não deveria ser um problema na maioria dos países ao sul do Saara. Além disso, existem vastos recursos naturais: petróleo, ouro, diamantes. A África é sempre retratada como um continente de sofrimento, mas a maior parte dos números é enormemente exagerada. Nos países industrializados existe a sensação de que a África naufragaria sem a ajuda ao desenvolvimento. Mas, acredite-me, a África já existia antes de vocês europeus aparecerem. E não fizemos tudo isso com pobreza.

DS - Mas naquela época não existia a Aids.

Shikwati - Se acreditássemos em todos os relatórios horripilantes, todos os quenianos deveriam estar mortos hoje. Mas agora os testes estão sendo realizados em toda parte, e acontece que os números foram enormemente exagerados. Não são 3 milhões de quenianos que estão infectados. De repente eram apenas cerca de um milhão. A malária é um problema equivalente, mas as pessoas raramente falam disso.

DS - E por quê?

Shikwati - A Aids é um grande negócio, talvez o maior negócio da África. Não há nada capaz de gerar tanto dinheiro de ajuda quanto números chocantes sobre a Aids. A Aids é uma doença política aqui, e deveríamos ser muito céticos.

DS - Os americanos e europeus têm fundos congelados já prometidos para o Quênia. O país é corrupto demais, segundo eles.

Shikwati - Temo, porém, que esse dinheiro ainda será transferido em breve. Afinal, ele tem de ir para algum lugar. Infelizmente, a necessidade devastadora dos europeus de fazer o bem não pode mais ser contida pela razão. Não faz qualquer sentido que logo depois da eleição do novo governo queniano --uma mudança de liderança que pôs fim à ditadura de Daniel Arap Mois--, de repente as torneiras se abriram e o dinheiro verteu para o país.

DS - Mas essa ajuda geralmente se destina a objetivos específicos.

Shikwati - Isso não muda nada. Milhões de dólares destinados ao combate à Aids ainda estão guardados em contas bancárias no Quênia e não foram gastos. Nossos políticos ficaram repletos de dinheiro, e tentam desviar o máximo possível. O falecido tirano da República Centro Africana, Jean Bedel Bokassa, resumiu cinicamente tudo isso dizendo: "O governo francês paga por tudo em nosso país. Nós pedimos dinheiro aos franceses, o recebemos e então o gastamos".

DS - No Ocidente há muitos cidadãos compassivos que querem ajudar a África. Todo ano eles doam dinheiro e mandam roupas usadas em sacolas...

Shikwati - ... e então inundam nossos mercados com essas coisas. Nós podemos comprar barato essas roupas doadas nos chamados mercados Mitumba. Há alemães que gastam alguns dólares para comprar agasalhos usados do Bayern Munich ou do Werder Bremen. Em outras palavras, roupas que algum garoto alemão mandou para a África por uma boa causa. Depois de comprar esses agasalhos, eles os leiloam na eBay e os mandam de volta à Alemanha -- pelo triplo do preço. Isso é loucura!

DS - ... e esperamos que seja uma exceção.

Shikwati - Por que recebemos essas montanhas de roupas? Ninguém passa frio aqui. Em vez disso, nossos costureiros perdem seu ganha-pão. Eles estão na mesma situação que nossos agricultores. Ninguém no mundo de baixos salários da África pode ser eficiente o bastante para acompanhar o ritmo de produtos doados. Em 1997 havia 137 mil trabalhadores empregados na indústria têxtil da Nigéria. Em 2003 o número tinha caído para 57 mil. Os resultados são iguais em todas as outras regiões onde o excesso de ajuda e os frágeis mercados africanos entram em colisão.

DS - Depois da Segunda Guerra Mundial a Alemanha só conseguiu se reerguer porque os americanos despejaram dinheiro no país através do Plano Marshall. Isso não se qualificaria como uma ajuda ao desenvolvimento bem-sucedida?

Shikwati - No caso da Alemanha, somente a infra-estrutura destruída tinha de ser reparada. Apesar da crise econômica da República de Weimar, a Alemanha era um país altamente industrializado antes da guerra. Os prejuízos criados pelo tsunami na Tailândia também podem ser consertados com um pouco de dinheiro e alguma ajuda à reconstrução. A África, porém, precisa dar os primeiros passos na modernidade por conta própria. Deve haver uma mudança de mentalidade. Temos de parar de nos considerar mendigos. Hoje em dia os africanos só se vêem como vítimas. Por outro lado, ninguém pode realmente imaginar um africano como um homem de negócios. Para mudar a situação atual, seria útil se as organizações de ajuda saíssem.

DS - Se fizessem isso, muitos empregos seriam perdidos imediatamente.

Shikwati - Empregos que foram criados artificialmente, para começar, e que distorcem a realidade. Os empregos nas organizações estrangeiras de ajuda são muito apreciados, é claro, e elas podem ser muito seletivas na escolha das melhores pessoas. Quando uma organização de ajuda precisa de um motorista, dezenas de pessoas se candidatam. E como é inaceitável que o motorista só fale sua língua tribal, o candidato também deve falar inglês fluentemente --e, de preferência, ter boas maneiras. Então você acaba com um bioquímico africano dirigindo o carro de um funcionário da ajuda, distribuindo comida européia e forçando os agricultores locais a deixar seu trabalho. É simplesmente loucura!

DS - O governo alemão se orgulha exatamente de monitorar os receptores de suas verbas.

Shikwati - E qual é o resultado? Um desastre. O governo alemão jogou dinheiro diretamente para o presidente de Ruanda, Paul Kagame, um homem que tem na consciência a morte de um milhão de pessoas --que seu exército matou no país vizinho, o Congo.

DS - O que os alemães deveriam fazer?

Shikwati - Se eles realmente querem combater a pobreza, deveriam parar totalmente a ajuda ao desenvolvimento e dar à África a oportunidade de garantir sua sobrevivência. Atualmente a África é como uma criança que chora imediatamente para que a babá venha quando há algo errado. A África deveria se erguer sobre os próprios pés.


Fontes:
http://noticias.uol.com.br/midiaglobal/derspiegel/2005/07/06/ult2682u38.jhtm

http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/filantropia-ajuda-africa-doacao-onu-520647.shtml?func=1&pag=0&fnt=9pt
Por: Macgyver Lima
Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

10 Simples razões para não acreditar na bíblia



Ola amigos!

Aqui estamos de volta com uma lista muito hilário do site www.mortesubita.org Particularmente eu o acho muito massa.
Desde o ano passado venho debatendo com alguns internautas em relação a essa lista. Ela pode ser um tanto polemica, mas não deixa der ser realista. E isso causou muitos problemas. Então se você que é adepto a bíblia e lendo a lista e se sentir ofendido, por favor, antes descarregar nos comentários sua raiva, estude a lista com sua bíblia, veja se vale a pena começar uma discussão mesmo vendo que ela não ira trazer progresso algum. Se mesmo assim você ainda estiver com raiva conte até 10 hoho. Mas para aqueles que gostam de um bom dialogo, seus comentários sempre serão bem vindos. Sem mais, Let’s Go!

Quando um fiel é questionado de onde vem a autoridade da Bíblia a primeira reação é citar a própria bíblia em um argumento circular de pouco valor. Mas esse é um questionamento importante, pois se for derrubado todo o castelo de cartas cai por terra. Terá a Bíblia uma origem sobrenatural? Ela é confiável em tudo o que diz? Ela aborda mesmo todos os aspectos da vida humana? E finalmente, deve ser levada em consideração como um guia a ser respeitado mesmo por aqueles que sequer acreditam em sua mitologia?

Bom, aqui as respostas a todas estas perguntas, em ordem: Não. Não. Não. E sob luz das respostas anteriores: Não. Como posso ser tão enfático nestas negativas? Permita-me que eu explique. Estas são as 10 razões porque você não deveria acreditar na Bíblia:

1 - Contradições: Uma contradição é o que acontece quando duas ou mais afirmações são incompatíveis. A Bíblia está repleta de contradições e elas começam logo no primeiro capítulo de Gênese onde encontramos duas histórias sobre a criação que contradizem uma a outra, tanto na ordem dos acontecimentos como na maneira como as coisas são criadas.

2 - Duplicatas: Semelhante a contradição, porém mais sutis. Trata-se da repetição de uma mesma história na qual os personagens ou a ênfase são diferentes. Exemplos de versões conflitantes incluem os dois grupos de mandamentos, os três patriarcas prostituindo suas esposas e o censo dos Israelitas feito por Davi. De fato, é difícil encontrar uma única história da Bíblia que não venha em diferentes versões. Tais narrativas duplicadas e levemente diferentes colocam em dúvida a autenticidade das histórias assim como sua origem.

3 - Exageros: Parece que os autores da Bíblia não se satisfazem em contar uma história. O exagero chega a ser lugar comum e não raro toca o absurdo. Por exemplo, ao descrever uma enchente, é dito que ela foi tão grande que o topo da mais alta montanha ficou submerso. Enquanto uma inundação pode ser geologicamente identificada, não existe qualquer razão para uma pessoa sensata acreditar em algo de tão grande escala.

4 - Ciência: A Bíblia vai na contramão de praticamente todos os ramos da ciência. Ela afirma que os humanos e outros animais foram criados da maneira como são hoje. A Biologia ensina que evoluímos no percorrer de milhões de anos. A Bíblia afirma que a terra tem apenas alguns milhares de anos. A geologia demonstra que temos mais de bilhões de anos nas costas. Arqueologia e Antropologia por fim, riscam e corrigem uma a uma as narrativas bíblicas como a Arca de Noé e o Colapso de Jericó.
A Bíblia descreve a terra em termos da idade do bronze: um circulo chato, coberto por um domo, estacionário, estacionário no centro do universo que se move ao seu redor. Com o perdão do trocadilho ela está redondamente enganada. Qualquer criança bem informada sabe hoje que a terra é ovalada, rotaciona em seu próprio eixo, é orbitada por um satélite natural que chamamos de lua e órbita o sol, que também é rodeado por outros planetas com seus próprios satélites. Nosso sistema solar faz parte da Via Láctea que é apenas uma galáxia entre tantas outras no universo.

5 - História: A Bíblia também não possui qualquer respaldo histórico uma vez que frequentemente, conta histórias sobre as quais não existem quaisquer provas concretas. Talvez a maior delas seja a lenda do êxodo do Egito. Não é uma questão de não ter sido exatamente assim. Simplesmente nunca aconteceu. O mesmo ocorre com a história de Ester. E não apenas isso como muitas vezes conta a história de civilizações vizinhas de modo equivocado, como quando credita a Dario a conquista da Babilônia, quando de fato tratou-se de Ciro, da Pérsia.

6 - Crueldade: A Bíblia não deveria ser lida para crianças. Suas páginas estão repletas de crueldade de todo o tipo. Da execução de vítimas de estupro ao genocídio de etnias inteiras. Do apoio a escravidão ao mal trato de animais. Em muitos casos a violência não apenas não é combatida como é ordenada pelos autores. E de todos os problemas éticos da Bíblia, é o cristianismo que aponta a maior das injustiças ao amaldiçoar toda a humanidade pelos atos de rebeldia de dois indivíduos.
É um princípio básico de justiça que o inocente não será punido pelos erros do culpado. Nenhum ser racional preocupado com a justiça pune um inocente pelos crimes ( reais ou imaginários) de outra pessoa. O deus bíblico continuamente quebra este princípio e vez após vez pune um inocente pelos pecados de outros. De fato isso é tão presente que toda a religião judaico-cristã está baseada na idéia de expiação dos culpados pelo sangue dos inocentes.

7 - Anonimato: Apesar dos nomes legados pela tradição religiosa, ninguém sabe direito quem escreveu a maior parte dos textos bíblicos. Isso se aplica tanto ao antigo como ao novo testamento. também não sabemos nada sobre quando foram escritos e tudo sobre sua origem vem na verdade dos melhores "palpites" dos acadêmicos e historiadores. Se tivéssemos cinco estudiosos da bíblia em uma sala, teríamos sete opiniões diferentes sobre a autoria de cada livro. Para cada "Moisés jamais escreveu isso" existe um "Claro que não, foi Araão que escreveu" e um "Ambos estão errados foi Jacó que escreveu e mais um "Que absurdo foi Moisés que escreveu sim senhor." As apostas continuam e ninguém obviamente apresente qualquer prova.

8 - Absurdos: A bíblia promove uma visão completamente estranha de como entender o universo e as coisas que existem nele. Este mundo mágico inclue cobras falantes, mulas falantes, uma fruta que faz você ficar esperto, dedos flutuantes escrevendo em muros, uma árvore que deixa você imortal, comida caindo do céu, cajados virando serpentes, água virando sangue, pessoas voltando dos mortos, o sol parando por horas, bruxas lendo o futuro, anjos dormindo com humanas, pessoas que passam dias no estomago de uma baleia, virgens dando a luz e incontáveis aparições de anjos e demônios. Fascinante, sem dúvida uma literatura fantástica. Mas obviamente uma ficção.

9 - Concorrência: A Bíblia não é o único livro que reivindica ser a palavra de um deus, e é na verdade apenas uma entre muitos outras obras, como por exemplo o Alcorão, o Livro Egípcio dos Mortos, O Vedas, O Bhagavtah Guita, o Adi Granth, o Purvas, o Livro de Mórmon entre outros. Sem exceção todos os argumentos utilizados pelos defensores da bíblia pode também ser usado por estes outros livros e muitas vezes com ainda mais autoridade. Acreditar em todos seria um contra-senso. Acreditar em um uma ingenuidade.

10 - Versões: A Bíblia que conhecemos pode ainda ser encontrada em tanta versões que um buscador sincero inevitavelmente acabará sinceramente perdido. Existem várias versões, os Judeus tem suas versões do Antigo testamento, Católicos tem sua Bíblia, Protestantes tem a sua. Os Testemunhas de Jeová também tem a sua própria e todos clamam que estão com a única edição confiável. E mesmo destas versões existem incontáveis traduções, cada uma com a ênfase desejada pelo grupo que a promove.

Conclusão
Existe ainda muitas outras razões para não usarmos a Bíblia como base de nada, e talvez uma que deva ser mencionada é o comportamento alienante, perigoso, violento e intolerante daqueles que acreditam nesse livro cegamente. Se pelos frutos conhecemos a árvore, as pessoas que se alimentaram aqui estão passando mal. Os versículos da Bíblia têm sido usados para justificar mutilação física, xenofobia, homofobia, machismo, racismo, guerra e perseguição política e religiosa. Não apenas isso como é usada para justificar a restrição a muitas coisas, desde pequenos prazeres inofensivos até cuidados médicos a crianças que sofrem com a religião dos pais.

Concluindo, a Bíblia teve um papel importante na história. Talvez tão importante quanto a Tráfico de Escravos e o Holocausto Nazista. Assim como estes ela é cheia de erros, contradições e absurdos. Se a inquisição, as cruzadas e a noite de São Bartolomeu não ensinaram nada, duvido que estas razões acima adiantem alguma coisa. Mas vale a tentativa. Sem medo posso dizer que muitos dos problemas de hoje existem não apesar da Bíblia, como crêem multidões, mas justamente graças a ela.
E antes que alguém diga que estamos criticando somente a bíblia, relaxe...
Nos vamos abordar outros livros tambem. Mas lembrem-se que o Torá, Corão e Bíblia são todos de mesmo monte chamado cristianismo.

ATUALIZAÇÃO:
Peço desculpas pelo erro gravissimo de escrever "Mas lembrem-se que o Torá, Corão e Bíblia são todos de mesmo monte chamado cristianismo." O correto é "monte chamado religiões Abraâmicas". Vou prestar mais atenção e ter menos pressa na proxima vez. o/
E ja vou avisar antes que alguem critique de forma generalizada o blog e nós que postamos: Não foi um erro de conhecimento. Qualquer um sabe que Judeus detestam Jesus. A questão do erro foi minha falta de atenção no que estava escrevendo.


Por: Macgyver Lima
Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

É melhor repensar essa vontade do Criador






Por: Macgyver Lima
Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

O outdoor ateu que causou polemica afirmando que "Deus é um amigo imaginário."


O anúncio colocado em três outdoors pelo grupo de ateus “Boulder Atheists” (Rocha de Ateus), juntamente com a Coalizão da Razão do Colorado (COCORE), está causando polêmica nas cidades de Denver e Colorado Sprigs, no estado do Colorado, nos Estados Unidos.
Os cartazes trazem em letras garrafais as afirmações: “Deus é um amigo imaginário – Escolha a realidade, será melhor para todos nós”, e, segundo o site do COCORE, têm o objetivo de iniciar um debate, a fim de “promover um encontro da comunidade e do pensamento”.

O grupo ateu afirma ter colocado os cartazes por estarem preocupados com o fato de as pessoas religiosas sentirem que tem não só o direito, mais a obrigação de obrigar as demais pessoas a adotar suas crenças religiosas.

As cidades não foram escolhidas por acaso, Denver foi a cidade escolhida para sediar, nesse ano, a convenção nacional da Aliança Ateia da América (The Atheist Alliance of America).

Groff Schroeder, membro do COCORE e presidente dos Livres Pensadores de Colorado Springs, disse que o grupo espera que os cartazes “intensifiquem a comunicação entre os crentes e não crentes, e todos em geral”. Ele afirmou ainda que gostaria que a entidade tivesse dinheiro para espalhar os cartazes por todas as grandes cidades do estado.

“Se você não concordar com os sentimentos do outdoor, por favor, não se ofenda. Nós estamos mais interessados em abrir um diálogo que incomodá-los. Não pedimos para vocês parar de acreditar em sua versão de um ser sobrenatural. Nós pedimos que vocês não considerem impor suas opiniões religiosas sobre os outros”, afirmou a organização ateísta.

Fonte: vidaemorbita.blogspot.com




Por: Macgyver Lima

Hipocrisia Off
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.