Desmascarando seu inconsciente.

Por trás de seus pensamentos, existe muitas verdades nas quais você ainda não se deu conta. - Thiago Urameshi

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Pai perde a custódia dos filhos por ser agnóstico. #Post Coletivo do Estado Laico - Livres pensadores.


Craig Scarberry, de 29 anos, perdeu no início do mês de Novembro de 2010 a guarda conjunta de seus três filhos: Kaelyn (7), William (6) e Ayvah (4) após ter mudado sua declaração de fé, de cristão para agnóstico.



“É incompreensível”, disse Scarberry após ler uma ordem escrita pelo comissário da Corte Superior do condado, George C. Pancol, e confirmada pelo juiz Thomas Newman. O despacho que retirou a guarda de Scarberry baseia-se em declarações ouvidas durante a audiência do caso. Para Pancol, um fator determinante é Scarberry “não participar da mesma denominação religiosa (da mãe) e agora declarar-se agnóstico”

“Sou um pai bom e amoroso. Essa decisão me afasta dos meus filhos”, disse Scarberry. “Eu não estava interferindo no direito deles serem educados em um ambiente cristão”, afirmou, observando que as crianças ainda frequentam a escola cristã e os cultos da igreja, como fizeram durante os quatro anos que o casal tinha a guarda conjunta.

Entretanto, o documento assinado pela corte afirma que enquanto Scarberry era cristão, “as partes conseguiam comunicar-se de maneira relativamente eficaz”. Agora, sua mudança de fé resultou também em mudança de comportamento, incluindo o uso de linguagem inadequada em frente aos filhos e intimidação da ex-esposa na casa e no trabalho dela.

Vejam a reportagem:

"Agora, sua mudança de fé resultou também em mudança de comportamento, incluindo o uso de linguagem inadequada em frente aos filhos e intimidação da ex-esposa na casa e no trabalho dela." 
Isso é lá desculpa para esse absurdo?

Por essas e outras que eu apoio o Neo-Ateísmo e a aconhecida frase "Ateus saiam do armário".
Se nós, ateus, agnósticos e céticos não fizermos nada enquanto há tempo, não me impressionará o dia que algo parecido com isso acontecer por aqui no Brasil, isso se caso já não tenha acontecido.
Por tanto vamos mostrar que nós existimos e não somos poucos, vamos lutar por um estado laico antes que seja tarde demais, um estado laico que no papel já existe, falta só por em prática.

Esse post é minha participação a postagem coletiva do blog Livres Pensadores.

Hipocrisia Off 
 Autor: Thiago Urameshi
"Religião não define caráter"
Obrigado pela visita e volte sempre.

12 comentários:

Se ele perdeu a guarda dos filhos por se declarar agnóstico, fico imaginando o que aconteceria caso se declarasse ateu!!

Realmente... acho que ele seria preso haha!

Olá thiago.respondi seu comentario la no http://mestredossites.com.br ok?

eu sou agnostico e se isso acontecesse cmg eu ficaria louco da vida....

Tem gente que simplesmente não entendeu,ele perdeu a guarda pelo uso de linguagem e comportamento inadequado após sua mudança de fé.

Se ele apresenta comportamento imoral e que prejudique a eboa educação dos filhos ele tem mesmo é que perder a guarda, independente de ser cristão, ateu, agnóstico. O que o post destaca é que esse comportamento surgiu após sua declaração como agnóstico.


Esse mimimi e idolatria de minorias no Brasil é algo ridículo.

Ao anonimo acima, o que foi alegado foi a mudança de comportamento. Mas na entrevista (vídeo) ele deixa bem claro que sua falta de fé não influencia em nada as crianças, e ele permite que eles frequentem escolas cristãns normalmente.

"Esse mimimi e idolatria de minorias no Brasil é algo ridículo." - Se você fizesse parte de alguma "minoria" sua opinião certamente seria outra.

Ao Thiago minorias são outras agora crente é a mioria e será mais ainda e depois virá os muçulmanos que cresceram ainda mais dos que os crentes ai a conversa vai ser um poco mais em baixo eheheheheh alias a Europa é mais uns 5 anos e torna-se muçulmana ai filim vai ser um pulo para tomar o Brasil.

Se for desta forma não posso ter filhos, sou agnóstica e meu namorado ateu... rsrs.

Religião é uma merda, não vejo nada bom vindo de religião, Hitler era Católico, e chaplin Ateu, quanto mais religioso for a pessoa, menor é o seu cerebro, pessoas agnósticas e os ateus sabem mais sobre como cuidar da vida do que um religioso safado que fica engordando o bolso de pastores safados...

Eu sou atéia e se o pai do meu filho, ateu ou não tivesse comportamento que prejudicasse a educação do meu filho( eu tenho um de 9 anos), com certeza entraria na justiça.
Mas se a verdade disso tudo for pelo fato de ele ser agnóstico, aí eu acho que quem deve entrar na justiça é ele.
Ao anônimo aí em cima, lembre-se que muitos grupos que já sofreram intolerância no passado( religiosa ou não) já foram considerados minorias.
Se você diz isso por fazer parte de uma maioria, por favor faça por você mesmo e não se coloque num grupo de maioria. Pois nem todos tem a mesma opinião de "mimimi".
No mínimo você deve ser cristão e contra gays.

aaaaaaaaaa ele perdeu a guarda sóó pq falava palavrao na frente dos filhos !!! meu esse mundo ta perdido , fala serio se fosse assim eu nao ia morar com nenhum dos meus pais !!!

É por isso e outras coisas é que me afastei da religião , fui cristão durante 29 anos , hoje sou agnostico com orgulho ,e cada vez mais me sinto mais feliz e lúcido. Estou saindo da caverna , do mundo da ignorancia indo pra luz.

Postar um comentário

Leia antes de comentar

Os comentários serão moderados e liberados após a constatação de que estão de acordo com a regras do Blog (vide a aba 'regras' no topo da página).

Um debate racional é sempre bem vindo, por tanto se deseja criticar algo, faça com que sua critica tenha fundamentos, qualquer trollagem detectada não será aceita.

Todas as perguntas ou debates feitos aqui na caixa de comentários serão respondidos por mim, por tanto não deixe de voltar pra conferir a resposta ou réplica de seu comentário. Tento responder todos em no máximo 24hrs.

Para dúvidas, críticas, elogios ou sugestões visite nossa página de contato (última aba no topo do blog) e mande-nos um recado que eu retornarei assim que possível.